GDF inaugura sistema de bicicletas compartilhadas

13/10/2021

Novo projeto incentiva mobilidade ativa no DF

Um novo sistema de bicicletas compartilhadas começou a funcionar nesta segunda-feira (11) em Brasília, após o evento de inauguração que aconteceu na estação do Parque da Cidade. Com a oferta inicial de 131 bicicletas em 17 de estações distribuídas no Plano Piloto (veja no final da matéria), a empresa Tembici deu início ao projeto que incentiva a mobilidade ativa na capital.

De acordo com o Secretário de Transporte e Mobilidade do DF, Valter Casimiro, as bicicletas compartilhadas despontam como uma alternativa de mobilidade urbana viável e eficaz. “É um projeto de grande importância, e a ciclomobilidade conta com o nosso incentivo. Além de disponibilizar bicicletas alugadas para a população, estamos aumentando constantemente a quantidade de ciclovias no DF. Ainda este ano, temos previsão de licitar a construção de mais 130 km de pistas para bicicletas”, afirma.

Segundo a parceria firmada com a empresa Tembici, serão disponibilizadas, gradativamente, um total de 70 estações e de 500 bicicletas na área central de Brasília. A expectativa é que a oferta das bikes seja ampliada para as demais regiões administrativas da cidade.

Cabe destacar que o sistema não gera custos para o governo. A empresa foi cadastrada e habilitada no chamamento público para a implantação, operação e manutenção do sistema de bicicletas públicas compartilhadas no DF.

Inauguração com vantagens

Com a novidade, os amantes de bicicletas e quem mais desejar utilizá-las para lazer e para percorrer pequenas e médias distâncias terão acesso a um novo sistema de transporte.

No lançamento, o sistema contará com uma promoção especial para que os usuários comecem a pedalar as bikes compartilhadas. Será oferecido o desconto de 50% no valor do plano anual que, quando diluído, será de aproximadamente R$ 0,25 por dia. Esse desconto será vitalício para quem aderir no período de 11 a 31 de outubro e mantiver o plano ativo.

Além do plano anual, a empresa disponibiliza outros planos. Estarão disponíveis os planos avulsos de 30 minutos (R$ 3,50) e o diário (R$15), que pode ser usado por 5 horas (ou 5 viagens de 60 minutos), ideal para realizar diversas atividades no mesmo dia, como trabalho, almoço, consultas e passeios.

Mobilidade ativa no DF

O Distrito Federal conta com a segunda maior malha cicloviária do país, com 591,3 km de extensão. O objetivo da Secretaria de Transporte e Mobilidade do DF (Semob) é que a ampliação aconteça constantemente. Nesse sentido, a previsão é de que seja lançada licitação, ainda este ano, para construção de mais 130 km de ciclovias.

Pistas para bicicletas estão sendo construídas em Arniqueira e no Itapoã. A primeira será integrada ao Parque Ecológico do Areal, com uma extensão de 2,4 km. A outra, próxima à Rota do Cavalo, terá 1,8 km.

Também estão em execução o projeto de 9,3 km de ciclovias no trecho entre o Gama e a DF-003 (Epia); de 6,1 km entre o Eixo Monumental e a DF-085 (EPTG); de 14,8 km ao longo da Rodovia DF-140; de 4 km na Rodovia DF-001 (EPCT) e de 3 km na Rodovia Vicinal VC-361 (Gama).

O Setor de Indústrias de Ceilândia também receberá em breve pistas para ciclistas. No Núcleo Rural Lamarão, localizado no Paranoá, recentemente, foram inaugurados 4,8 km de pavimentação, região que também recebeu a mesma extensão em ciclovias.

Outras pistas para ciclistas foram finalizadas este ano, como a de 14 km de extensão no Complexo Viário Governador Roriz, na Saída Norte.

Em 2020, Ceilândia, Gama, Jardim Botânico, Lago Norte, Plano Piloto, Samambaia, Santa Maria, Sobradinho II, Taguatinga e Vicente Pires também ganharam trechos de ciclovias. Em 2019, 11 regiões administrativas foram beneficiadas com 60 km de ciclovias.

As estações

As primeiras estações inauguradas estão localizadas na Asa Sul e na Asa Norte nos seguintes endereços:

 – Parque da Cidade SRTVS

 – Shopping Pátio Brasil

 – Metrô Galeria

 – Santuário Dom Bosco

 – CLS 13 W1 Sul

 – EQS 705/706 W3 Sul

 – Praça 21 de abril

 – CLS 204

 – CLS 405 L2 Sul

 – SQS 406

 – Brasília Shopping

 – CLN 204 L1 Norte

 – SQN 405 L2 Norte

 – CLN 406 L2 Norte

 – CLN 209 L1 Norte

 – IFB

 – CLN 107

Nas estações, o usuário conta com um botão “manutenção” que pode ser ativado sempre que perceber que há necessidade de revisão na bicicleta. Além disso, as vagas de cada uma das bikes possuem teclado com senha, que é informada pelo aplicativo, para a retirada. As bicicletas também podem ser desbloqueadas por QR Code.

Fonte: https://semob.df.gov.br/gdf-inaugura-sistema-de-bicicletas-compartilhadas/